Por: AYRTON DIAS

23/06/2022

09:36:17

PARQUE ESTADUAL DOS TRÊS PICOS - SUSTENTABILIDADE E TURISMO

Com uma área de 65.113,04 hectares, localizada na Serra do Mar, o Parque abrange os municípios de Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim.
PARQUE ESTADUAL DOS TRÊS PICOS - SUSTENTABILIDADE E TURISMO
Dentro dos seus limites encontra-se o mais elevado índice de biodiversidade de todo o Estado do Rio de Janeiro, o que em parte se explica pela variação de altitudes: de 100 até os 2.366 m do Pico Maior. O Parque é reconhecido internacionalmente como uma IBA (Important Bird and Biodiversity Area), ou seja, uma área prioritária para conservação da biodiversidade de aves, pela BirdLife International. - Foto: Rodrigo Freitas

Criado em 2002 e ampliado em 2009 o Parque Estadual do Três Picos, tem como objetivos “Assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica da porção fluminense da Serra do Mar, bem como recuperar as áreas degradadas ali existentes; preservar espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção ou insuficientemente conhecidas da fauna e da flora nativas; integrar o corredor ecológico central da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro; assegurar a manutenção das nascentes e dos corpos hídricos que abastecem as cidades circunvizinhas; estimular as atividades de recreação, educação ambiental e pesquisa científica quando compatíveis com os demais objetivos”.


Para saber mais sobre essa importante instituição de preservação ambiental entrevistamos o friburguense Rominique de Oliveira Schimidt, geógrafo, guarda parques que exerce o cargo de coordenador do Parque Estadual dos Três Picos (Nova Friburgo):


Rominique em uma das atividades desenvolvidas pelo PETP - Foto: Rodrigo Freitas Freitas

O Parque Estadual dos Três Picos desperta grande interesse no aspecto turístico?

- Sim, além do desejo em vivenciar a natureza, práticas de esporte, lazer, turismo, pesquisa, o pós-Convid-19 despertou ainda mais esse desejo de visitar e se integrar com o meio ambiente, o Parque tem inúmeros atrativos que se destacam no cenário nacional como o ponto mais alto da serra do mar, 2366 m altitude, vias de escalada, trilhas ricas em biodiversidade muitas endêmicas, pássaros que são atraentes aos olhares dos fotógrafos, as estações do ano como nesse inverno as geadas.

Foto: Rodrigo Freitas

Em sua extensa área de abrangência, qual a unidade do Parque desperta mais interesse turístico?

- O Parque, que é a maior unidade estadual do Rio de Janeiro,  abrange 5 municípios tendo incluindo Nova Friburgo com seu conjunto rochoso , áreas de uso público, trilhas manejadas,  sinalizadas que oferecem segurança ao visitante como a trilha travessia Salinas X Frades utilizada para caminhada ou bicicleta (muito frequentada),  trilha Cabeça de Dragão,  parquinho e muro de escalada no Vale dos Deuses além dos animais em  madeira , termômetro ilustrativo com zero grau dão um destaque ao núcleo e vira destaque nas redes sociais dos visitantes.


Foto: Rodrigo Freitas Freitas

Quais são as atividades mais praticadas no Parque?

- O Parque tem sua importância ambiental, social e também econômica, além de trabalhar uso público que é a visitação, recepção orientações de condutas dentro de uma unidade de conservação, apoia as pesquisas, eventos nas escolas com destaque para projetos com a escola municipal Alcides Francisco Brantes que iniciamos  em 2019 e mesmo com a pandemia continuamos de forma virtual, sendo agraciado com apresentação na conferência mundial de meio ambiente na Escócia COP 26. Além de palestras em outras escolas, eventos ambientais e - em datas comemorativas - diálogo com a sociedade no entorno da unidade de conservação. É o Parque sendo presente para diminuir possíveis danos ambientais e sendo presente também para servir a sociedade.


Foto: Rodrigo Freitas

Qual o período de maior incidência de público nas unidades do Parque?

- O perfil dos visitantes vem mudando muito nos últimos anos. Antes a presença expressiva de escaladores era no período mais frio do ano, que vai maio a agosto, mas após alguns trabalhos, fomento da gestão Inea e o estímulo para outros segmentos, recebemos público ao longo do ano, mas mesmo assim mês de julho, janeiro e datas de feriados como o Carnaval são períodos de maior visitação.


Foto: Projeto Juran Santos Aventura Animal

A observação de aves atrai um grande público?

- Hoje o Inea tem um trabalho lindo para atrair pessoas com o desejo de fotografar e quem sabe descobrir novas espécies. A observação de aves acontece em várias unidades de conservação e é gratuita, atraindo diversos públicos que geram economia local, ajudam a identificar e registrar espécies importantes, além de cativar mais adeptos para fotografia e não aprisionamento. Na escola Alcides Brantes temos um trabalho com alunos na identificação de aves, desenho, fotos e trovas criando no aluno morador local um despertar socioambiental que no futuro possa ser uma profissão ou uma renda extra guiamento observação de aves e fotógrafo.


Saudade-de-asa-cinza ( Lipaugus conditus), espécie endêmica de grande interesse para os Observadores de Aves- foto: Juran Santos

Existe algum projeto em parceria com os municípios que integram a área de abrangência do Parque para o desenvolvimento do turismo ligado a natureza?

Temos muitos projetos com escolas ou parcerias em atividades que venham acontecer dentro da unidade ou fora dela. Em Nova Friburgo temos parcerias com várias escolas, parceria com Juran Santos Aventura animal e diálogos avançados na questão da visitação e ordenamento e controle de visitação,  pois sabemos da necessidade em fomentar o turismo, mas precisamos conscientizar , gerenciar os impactos e riscos para proteger o bem maior que é o atrativo e a boa imagem do nosso município.


Foto: Rodrigo Freitas

Alguma mensagem?

- Parque é de todos e a responsabilidade do meio ambiente é da população que utiliza seus recursos naturais todos os dias, seja da qualidade do ar, da água, dos serviços prestados para um visitante/ turista. Ter a consciência ambiental é de suma importância. Parabéns ao Parque que neste mês de junho (05/06) completou 20 anos. Quero fazer um agradecimento em nome da atual gestão, aos colegas e amigos que contribuíram desde a criação do Parque com cada muda de árvore plantada, cada voo de pássaro livre e aos, conselheiros,  visitantes e parceiros do Parque, a nossa gratidão!

A Região de abrangência do Parque conta com uma beleza natural estonteante - Foto:Rodrigo Freitas

SERVIÇO

Informações úteis

Endereço (sede): Estrada do Jequitibá, nº 145 – Bairro Boca do Mato – Cachoeiras de Macacu – RJ.
Telefone: +55 (21) 2649-6847

Núcleo Jacarandá
Endereço: Estrada do Jacarandá s/n Bairro Meudon – Teresópolis – RJ.

Núcleo Vale da Revolta
Endereço: Estrada BR-116 – km 85,5 – Teresópolis – RJ.

Gestor: Alexandre Donato.

Horário de funcionamento (administrativo): Segunda a sexta, de 8 às 17h.

Endereço eletrônico: petp@inea.rj.gov.br

Uso Público

Adote a Conduta Consciente

·         Informe-se sobre normas e regulamentos dos locais que vai visitar.

·         Caminhe somente pelas trilhas; atalhos são perigosos e degradam o ambiente.

·         Deixe cada coisa em seu lugar; não risque pedras ou troncos de árvores.

·         Respeite a fauna e a flora: observe animais à distância, não os alimente, não cace nem colete espécies.

·         Não faça fogueiras.

·         Cuide do lixo que você produz até chegar a um ponto de coleta.

·         Leve materiais de primeiros socorros.

·         Informe às autoridades em caso de acidente.

Ao ar livre

Passeios, caminhadas, escaladas e muitas outras atividades ao ar livre podem ser feitas sem perturbar o ambiente natural, por isto são atividades permitidas no interior dos parques.


E sempre bom lembrar que a prática de atividades recreativas e esportivas em áreas naturais oferece riscos, inclusive dentro de parques públicos. Saiba mais.


É bom lembrar também que a caça, a captura de animais e a retirada de plantas são condutas ilegais.

Friweb Agência Digital
ÊXITO RIO
ÊXITO RIO
ÊXITO RIO

TURISMO

VALE A PENA VER DE NOVO: ESTÁ SURGINDO A ROTA CERVEJEIRA DO RIO DE JANEIRO - CERVEJAS DAS MONTANHAS
VALE A PENA VER DE NOVO: ESTÁ SURGINDO A ROTA CERVEJEIRA DO RIO DE JANEIRO - CERVEJAS DAS MONTANHAS
A Rota Cervejeira do Rio de Janeiro vai ligar todos os produtores de cerveja da região, das micros as grandes cervejarias além dos brewpubs, oferecendo aos turistas e visitantes uma...

GERAL

VALE A PENA VER DE NOVO:  VÍDEO COMEMORATIVO REVISTA ÊXITO RIO 10 ANOS
VALE A PENA VER DE NOVO: VÍDEO COMEMORATIVO REVISTA ÊXITO RIO 10 ANOS
Uma história contada em vários capítulos e com muitos...