13/07/2020 - 16h59min - Autor: Ayrton Dias

Solidariedade já

Solidariedade já

Uma pandemia é um acontecimento trágico. Diante de uma situação tão extrema percebemos a fragilidade da nossa existência e estamos sendo testados ao limite em circunstâncias que jamais fomos preparados para enfrentá-las. Nesse momento crítico é hora de repensar valores. Com o mundo em paralisia, aspectos econômicos e sociais foram duramente afetados e deparamo-nos com o que é realmente essencial: a manutenção da vida!

Forçosamente percebemos o valor dos cuidados básicos com a higiene, etiqueta respiratória e a importância do isolamento. Mesmo que, teoricamente, saudáveis ainda estamos assumimos uma quarentena voluntária e nesse processo estamos tendo tempo para ampla reflexão. Não é hora de pânico e sim de uma extrema responsabilidade.

Acredito que seja hora de evoluirmos como nação. O que nos está sendo impingido coloca a prova a resiliência coletiva para superar dificuldades ainda inimagináveis. Vamos precisar reconstruir um país e cada brasileiro terá que fazer sua parte. Podemos, apesar de tanto sofrimento, sair fortalecidos e inaugurar uma nova era em que, independentemente de partidos ou preferências ideológicas. tenhamos um compromisso com o Brasil. O momento é de realismo com positividade e um exercício constante de solidariedade em todos os aspectos. Precisamos tornar-nos muito melhores ainda buscando enfrentar, unidos, tantos desafios.

Somos responsáveis por nossa saúde criando também uma rede protetiva para as demais pessoas, e essa capacidade de colocar-se no lugar do outro deveria ser incorporada a rotina de cada um de nós. Percebemos - nesse árduo processo de manutenção da espécie humana - a importância da solidariedade. É hora de união! 

Parceiros