04/04/2020 - 15h24min - Autor: Chico Vellozo

"Envelhescência"

A adolescência madura

"Envelhescência"

"Quem passou pela vida em branca nuvem. E em plácido repouso adormeceu. Quem não sentiu o frio da desgraça. Quem passou pela vida e não sofreu. Foi espectro de homem, e não homem. Só passou pela vida, não viveu." Francisco Otaviano

Sem os dissabores das espinhas, dos conflitos ou da rebeldia, a “envelhescência” é a adolescência madura. É um jeito de viver intensamente, mas com responsabilidade num pleno entendimento das "coisas", obtido através da experiência. Os muitos erros e acertos permitem a construção, ou não, de uma sabedoria que norteia a vida de quem chegou a “melhor idade”. Concordo em parte com a afirmação melhor idade. Quem administrou bem a vida tem como prêmio momentos sublimes em que cada instante de prazer é motivo de intenso júbilo. O lado ruim é que temos como contrapartida o fato de estarmos numa verdadeira contagem regressiva, pois afinal somos meros mortais.

Na minha envelhescência não me vejo mais perdendo tempo com questões menores. Sei do que gosto e nada me faz, para agradar aos outros, querer deixar-me levar pelo o que não me apraz. Sou um "velho ser" cheio de convicções na busca por valer a pena minha existência. Quero deixar boas lembranças e um legado consistente! Tenho um novo conceito de prazer e trato isso de maneira mais abrangente. Produzir coisas relevantes, por exemplo, agrada-me muito! Acredito que meu empenho nesse sentido irá garantir um registro positivo da minha passagem terrena.

Regozijo-me por procurar ser, cada vez mais, motivo de orgulho para os meus falecidos progenitores e procuro ser também um bom pai, bom irmão, bom amigo, bom companheiro, enfim... busco ser uma boa pessoa. Como cidadão tenho agido para tornar o mundo melhor, pois acredito que isso seja possível por isso continuarei fazendo a minha parte. Tento me colocar no lugar do outro  alinhando-me, verdadeiramente, com o bem comum não fazendo com o próximo o que não gostaria que fizessem comigo, simples assim!

A envelhescência é a proatividade na busca pelo real sentido da vida. Talvez seja a última oportunidade de desfrutar-se, com consciência e em puro êxtase, ainda de momentos únicos da  existência. Acredito que a felicidade seja um estado imaginário. Viva a adolescência madura, e que tal sermos felizes? Não custa pelo menos tentar!


Parceiros