11/10/2017 - 14:03h - Autor: Cesar Augustus Coelho Assessoria de Comunicação - SEBRAE/RJ

Empresa da Região Serrana que apresentou case de processo de inovação durante 4º Fórum de Produtividade do Sebrae/RJ concorre à premiação estadual sobre o tema

Evento ocorrido em Teresópolis serviu como seletiva para prêmio ‘Rio Produtivo 2017 – Melhores Casos de Sucesso’ que acontecerá dia 19 na Capital Fluminense

Empresa da Região Serrana que apresentou case de processo de inovação durante 4º Fórum de Produtividade do Sebrae/RJ concorre à premiação estadual sobre o tema

Nesta terça-feira (10 de outubro), cerca de 30 empresários da Região Serrana participaram do 4º Fórum de Produtividade - evento realizado em conjunto pelos Escritórios Regionais Serrana I (de Nova Friburgo e região) e Serrana II (Petrópolis, Teresópolis e região) do Sebrae/RJ. No encontro, que aconteceu na sede da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Teresópolis (ACIAT), das 18h30 às 22h, quatro empresas que aderiram ao programa de inovação e tecnologia da instituição, o “Sebraetec,” e que passaram por uma seletiva, apresentaram seus cases de sucesso quanto à implantação de processos para melhoria da capacidade produtiva. Entre elas: Chantilly Rendas (Moda), Sistal (Segurança Eletrônica ) Hotel Fabris e Fórmula Exata (Farmácia de Manipulação), todas de Nova Friburgo.

O objetivo foi fazer com que a empresa que apresentasse o melhor resultado quanto à sua produtividade fosse classificada para a final do prêmio ‘Rio Produtivo 2017 – Melhores Casos de Sucesso’, que acontecerá no dia 19 de outubro (quinta-feira), no Instituto Dannemann Siemsen, em Botafogo, na Capital Fluminense, às 17h.

Além dos cases de sucesso, todos os presentes participaram de duas palestras com os temas: “Automação que apoia a Inovação e expansão dos negócios” e “Tecnologia RFID (*) sem mistérios”.

Para o gestor de Produtividade do Sebrae/RJ, Luiz Borges, responsável pelo evento, o fórum é uma oportunidade para que as empresas conheçam e percebam que as soluções  oferecidas pela instituição, como o Sebraetec, são acessíveis a todos e plenamente possíveis de serem praticadas em benefício dos resultados e consolidação dos negócios no mercado. “O fórum é um ambiente de troca de informações onde quem já teve experiência com nossas soluções, acaba tendo a função de multiplicador ao testemunhar o quanto é válido que os empresários invistam seu tempo em capacitações e programas que o auxiliem a gerenciar melhor seu negócio. Ao mesmo tempo, eles estão concorrendo a uma premiação estadual que reconhece iniciativas diferenciadas em prol da produtividade. Além disso, os empresários que participaram do fórum e atualmente se encontram em momentos de dificuldades e que não enxergam num primeiro momento uma possibilidade de solução para seu problema, podem se deparar com históricos semelhantes dos expositores dos cases que podem servir de norteador para tomadas de decisão que promovam a melhoria do seu negócio”, explica.

De acordo com a coordenadora da Regional Serrana I do Sebrae/RJ, Fernanda Gripp, o ambiente competitivo do mercado obriga as empresas a sempre buscarem por inovação. “As empresas têm que estar sempre se reinventando e a inovação é um caminho para isso. Questões como planejamento, organização de processos e visão logística influenciam na produtividade. Atento a isso, o Sebrae/RJ tem apresentado durante as etapas do fórum, que também aconteceu em outras cidades como Rio de janeiro, Campos dos Goytacazes, Cabo Frio e Volta Redonda, oportunidades para que os empresários possam inovar através das soluções oferecidas pela nossa instituição que promovam, além de capacitação, suporte técnico”, ressalta.

Para Anna Plassing, analista da Regional Serrana II do Sebrae/RJ – Unidade Teresópolis, tanto o 4º Fórum de Produtividade, quanto o Sebraetec, têm como objetivo promover a consolidação e o fortalecimento das empresas da região. “Buscamos oferecer opções e nos colcocar à disposição das empresas para ajudá-las a se desenvolverem de modo economicamente saudável, para que haja a promoção do desenvolvimento econômico e social de nossa região de forma equilibrada e contínua. Por isso, acredito que eventos como este sejam tão importantes e construtivos para empresários de todo o estado”, comenta. 

Como funciona a seletiva para o prêmio estadual 

Em cada cidade onde ocorreu uma etapa do 4º Fórum de Produtividade do Sebrae/RJ (Teresópolis, Rio de janeiro, Campos dos Goytacazes, Cabo Frio e Volta Redonda), empresas apresentaram seus cases.

As primeiras colocadas de cada etapa (cinco ao todo) e as quatro melhores segundas colocadas, serão as finalistas (nove ao todo) do prêmio ‘Rio Produtivo 2017 – Melhores Casos de Sucesso’. 

Empresa vencedora 

A vencedora do 4º Fórum de Produtividade do Sebrae/RJ em Teresópolis foi a empresa Fórmula Exata, que por meio de seu representante, o empresário Vinícius Thurler, destacou todas as iniciativas de inovação que implementou na empresa, desde a gestão de seu estoque, passando pela mudança de seu lay-out interno, treinamento e ambientação de pessoal, investimento em softwares e utilização de ferramentas virtuais para potencializar seu negócio, cuja produtividade aumentou em 30%, em pouco mais de uma ano.

O segundo colocado que ainda aguarda a pontuação final entre as empresas que obtiveram a mesma colocação em outros municípios para ver se irá à final no Rio de janeiro foi o Hotel Fabris, que de acordo com Valéria Cristina, gerente operacional, obteve a melhoria de produtividade após a implementação do sistema i-book na rede do empreendimento, que contribuiu significativamente para o desempenho operacional e organizacional do negócio, otimizando o atendimento aos clientes e possibilitando que os funcionários passassem a exercer suas atividades em menos tempo.

A empresa Chantilly Renda, que atua no segmento de Moda/Moda Noivas, falou do processo de inovação quanto a Gestão de Estoque. Segundo o empresário Cláudio Anibal, proprietário do negócio, a iniciativa conferiu maior controle de estoque e melhoria de desempenho dos funcionários, aprimorando a produtividade e a rentabilidade de seu negócio, além de promover maior satisfaçaõ de seus clientes.

O empresário Cláudio Erthal, da Sistal Tecnologia em Segurança, também destacou a implementação de metodologias e utilização de softwares que o ajudaram a reduzir seus custos, inovar nos controles da gestão, redução de retrabalho e desperdício, além de aumentar sua produtividade em 30%. 

Última etapa 

No dia 11 de outubro (quarta-feira), das 9h às 13h, foi a vez de Volta Redonda sediar a última etapa do 4º Fórum de Produtividade do Sebrae/RJ antes do prêmio ‘Rio Produtivo 2017 – Melhores Casos de Sucesso’.

No evento, que aconteceu na sede da instituição, foram realizados os painéis: “Automação que apoia a Inovação e expansão dos negócios”, da GS1 Brasil e “Tecnologia RFID sem mistérios”, da RFID Brasil, além da exposição de cases de sucesso de implantação de processos de inovação em prol da produtividade por empresas da região.

Para apoiar o fortalecimento das empresas fluminenses, o Sebrae/RJ realizou a quarta edição do Fórum de Produtividade – integrando supply chain, com apoio da Coppe/UFRJ, Pro-PME, Abpmp, GS1 Brasil, RFID Brasil, Abepro, CRA, ViiA Soluções e Instituto Dannemann Siemsen. 

O que é o Sebraetec 

É um programa nacional do Sistema Sebrae que aproxima prestadores de serviços tecnológicos dos pequenos negócios, onde são prestados serviços de consultoria técnica customizada com subsídio de 70%.

Para obter mais informações sobre o Sebraetec, os interessados devem entrar em contato com o Sebrae/RJ pelo telefone (22) 2523-6908.


(*) O que é RFID: Identificação por radiofrequência ou RFID (do inglês “Radio-Frequency IDentification” ) é um método de identificação automática através de sinais de rádio, recuperando e armazenando dados remotamente através de dispositivos denominados etiquetas RFID.

 

 

Notícias relacionadas

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS

Compatilhe nas Redes Sociais!

comentários