21/09/2018 - 08:20h - Autor: Ayrton Dias

Vestuário funcional - A extensão natural do corpo

Vestuário funcional - A extensão natural do corpo

Os avanços na área da tecnologia nos últimos anos estiveram principalmente direcionados ao desenvolvimento de novas matérias primas, As evoluções que ocorreram na indústria do vestuário são um reflexo do comportamento  consumidor moderno, muito mais exigente e que busca aliar estética, funcionalidade e qualidade no vestir, gerando um novo tipo de mercado.

Um dos grandes avanços foi o surgimento do "tecido inteligente"! Ele pode variar de acordo com o recurso como géis, bicomponentes e nanofibras utilizados na confecção das fibras que dão origem a fios combinados, revestidos ou heterofílicos. Além disso, mudanças estruturais do tecido podem ser obtidas através de modificações superficiais através de tecnologia de plasma, aplicação de tecnologia de enxerto (grafting), utilização de SMM (shape memory material),PCM (phase change material) e das membranas inteligentes. Os principais tecidos tecnológicos são:Play Dry, Climalite, Dry-fit , Coolmax, Lycra Power, Supplex, - Dry Action,Witcoflex Super Dry, Hydro Breath, Eclet Plus, Legerissimo, Ultra, Acquos, Bioskin, Sportiva Pro, Leggeríssimo-Pro, X-Power, Polartec, Power Stretch,Milledue, X-Sensor, Gore Tex e Windstopper. 


O mercado da “tecnologia vestível” está em plena expansão e o que não falta são inovações

Com tantas novidades, quem se exercita regularmente já pode contar com trajes desenhados para proporcionar o máximo de conforto e liberdade de movimentos em peças que ficam coladas ao corpo e que dão suporte aos músculos sem causar qualquer tipo de limitação durante as atividades e, por não terem costuras na sua confecção, os novos produtos eliminam o atrito com a pele. O tecido inteligente não encolhe nem amarrota e oferece outras vantagens como: cores inalteradas, conforto, facilidade de lavagem, secagem rápida, capacidade de aquecer no frio e esfriar no calor; capaz de retirar o suor da parte interna da roupa, mantendo o corpo confortavelmente seco. Além disso, ele foi inventado para suprir exigências pouco convencionais, como a proteção contra raios ultravioleta, auxiliar na cicatrização de ferimentos e até mesmo (prometerem) agir contra a celulite e o ressecamento da pele, entre outras utilidades.

As novidades não estão apenas nos trajes. Uma empresa indiana desenvolveu um par de calçados inteligentes que podem ser pareados ao smartphone e vibrar para avisar ao usuário sobre um destino traçado em rota do Google Maps. Bastaria o usuário informar ao smartphone onde deseja ir que o próprio par de sapatos inteligente indicaria o caminho. Esses calçados seriam ideais para corredores, ciclistas e turistas que precisam de orientação de locomoção. Já antes mesmo do lançamento, a empresa já recebeu pedidos de 25 mil pares e pretende vender 100 mil até março do ano que vem. O mercado da “tecnologia vestível” está em plena expansão e o que não falta são inovações.

Uma empresa indiana desenvolveu um par de calçados inteligentes que podem ser pareados ao smartphone e vibrar para avisar ao usuário sobre um destino traçado em rota do Google Maps

“A extensão natural do corpo” através da tecnologia é um caminho sem volta. Em breve, roupas e calçados, além de acessórios como óculos e pulseiras estarão conectados ao corpo e à internet popularizando a "autoquantificação", que consiste na medição individual dos dados relacionados ao funcionamento metabólico, desde a qualidade e duração do sono até a quantidade de calorias queimadas na academia. Enfim, a moda funcional cresce em importância com o aparecimento de sensores de movimento e de som muito sofisticados e de baixo custo, assim como do GPS e aplicativos desenvolvidos para celulares cada vez mais potentes, abrindo caminho para uma ampla democratização da informática no vestuário.

 O empresário José Augusto Theodoro vem acompanhando a evolução do mercado - Foto: Êxito Rio

Notícias relacionadas

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS

Compatilhe nas Redes Sociais!

comentários