19/06/2018 - 08:25h - Autor: Ayrton Dias

Búzios, dos piratas a Brigitte Bardot

Búzios, dos piratas a Brigitte Bardot

Armação dos Búzios é uma península com oito quilômetros de extensão e mais de vinte praias com correntes marítimas que sofrem influência tanto do Equador quanto do Polo Sul, ocasionando águas mornas ou muito geladas dependendo do lado escolhido para o banho de mar. Com seus ventos fortes, Búzios é ideal para a práticas náuticas e voo livre.  Dotado de beleza natural incrível, uma temperatura média anual de 24 °C e o índice pluviométrico mais baixo do estado de Rio de Janeiro - cerca de 750 milímetros anuais apenas - o município se firma como um dos destinos turísticos mais importantes do país, sendo o 6º destino mais procurado por estrangeiros.

Em função das suas características geográficas, Búzios já serviu de esconderijo para piratas e corsários - Praia da Azedinha - Foto:Êxito Rio


A história de Armação dos Búzios é realmente singular. Além de esconderijo de piratas- com direito a uma saudável convivência entre os índios tupinambás e os corsários franceses- ponto de tráfico de pau-brasil e local de desembarque de escravos africanos, teve também, durante muito tempo, a caça as baleias como sua principal fonte de renda através da da extração de seu óleo, que era usado tanto para a iluminação da cidade de Rio de Janeiro quanto para exportação. Os ossos dos animais capturados eram enterrados ao lado da Praia da Armação, dando origem ao nome de um dos mais famosas atrativos do município, a Praia dos Ossos. Tempos depois, toda a região foi destinada apenas a lavoura e a criação de gado, pois a pesca nesse trecho do litoral foi proibida. Com a pesca novamente liberada, a economia local permaneceu por longo período baseada nessa atividade e na agricultura em pequena escala até meados do século XX, quando surgiu uma nova atividade na região: o turismo.

A pacata aldeia de pescadores, aos poucos, foi se transformando num lugar de veraneio. No início, os turistas alugavam as casas dos pescadores e esses visitantes recebiam em suas residências de veraneio amigos ilustres, incluindo políticos e artistas, muitos deles estrangeiros. Dessa forma, a fama da cidade foi crescendo entre pessoas de classe alta de diversos países e atraindo estrangeiros, particularmente argentinos e franceses que se instalaram na cidade e foram abrindo diversos negócios.

Brigitte na praia de Manguinhos com o seu namorado Bob Zaguri


Com a notoriedade alcançada em nível internacional, a localidade acabou sendo destino da mais cobiçada atriz de cinema da época: a francesa Brigitte Bardot. Isto ocorreu em 1964, quando ela namorava Bob Zaguri, um marroquino que vivia no Brasil. A passagem de Bardot pelo balneário foi considerada um grande marco por ter despertado a atenção da mídia internacional para a até então isolada vila de pescadores. O impacto dela foi tamanho, que até hoje existem referências à celebridade em qualquer ponto do município, na divulgação turística e no cotidiano da vida local.

Pouca gente sabe, mas segundo o pesquisador José Wilson Barbosa, Brigitte esteve em Búzios por duas temporadas!  Ele conta que ela chegou ao Brasil para passar férias com o namorado marroquino-brasileiro Bob Zagury em 7 de janeiro e, depois de ficar alguns dias sendo perseguida pela imprensa na cidade do Rio de Janeiro, resolveu se refugiar em Búzios pela primeira vez em 13 de janeiro, ficando hospedada na Praia de Manguinhos, numa casa que pertencia a André Mourasieff, então representante das Nações Unidas no Brasil e amigo de seu namorado. Nessa primeira passagem,  que ocorreu no período entre 13 janeiro a 28 de abril 1964,  Bardot encontrou em Búzios a tranquilidade que tanto procurava e viveu quatro meses passeando de barco e curtindo principalmente as praias de Manguinhos e João Fernandes.

A famosa atriz francesa em uma de suas passagens pelo famoso balneário


Dono de um grande acervo sobre a história de Brigitte Bardot no balneário,  Barbosa afirma que a segunda passagem ocorreu foi quando ela veio passar o natal e réveillon no balneário. Nesse período, de 18 de dezembro dde 1964 a 8 de janeiro de 1965, ela ficou hospedada na casa do argentino Ramon Avellaneda, localizada na atual Rua das Pedras e onde hoje funcionam a Pousada do Sol e o restaurante Cigalon.  Infelizmente, nessa oportunidade ela já não teve a mesma tranquilidade da anterior em função do grande assédio da imprensa. Mesmo assim, em sua biografia, Brigitte deixou registrado que a suas passagens por Búzios foram as épocas mais felizes de sua vida.

O símbolo da cidade

A antiga escultura - Foto: Êxito Rio


A escultura da atriz, cantora e modelo  francesa Brigitte Bardot - que foi considerada o maior símbolo sexual das décadas de 1950 e 1960-  é um dos grandes atrativos da cidade. No ano passado após passar por um processo de revitalização, uma restauração que durou 4 meses, voltou a ocupar lugar de destaque na Orla que leva seu nome no município de Armação dos Búzios. A obra da artista plástica Christina Motta, segundo o  secretário de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico Alexandre Raulino, precisou passar pelo processo de revitalização em função do grande desgaste sofrido por ser  uma das mais visitadas do Brasil e uma das poucas do mundo que as pessoas podem tocar, sentir, interagir. “As pessoas sentam no colo dela, beijam a Brigitte, ela é muito procurada e querida. Há 15 anos ela recebe os visitantes neste ponto aqui na Orla Bardot e esta restauração foi necessária para recuperar a sua exuberância após tantos anos em exposição de frente pro mar” afirmou ele.

Após uma revitalização em 2015, a escultura voltou a enfeitar a Orla Bardot - Foto: Êxito Rio



Segundo a escultora, a obra ganhou um rosto mais fiel à beleza da atriz francesa que se encantou com Búzios em 1964. Para o atual prefeito André Granado, “Se não fosse a Brigitte, Búzios não teria recebido tantos estrangeiros, que vieram morar aqui e acabaram contribuindo para o desenvolvimento econômico e a cultura e arquitetura locais. Búzios é hoje o quinto destino mais procurado por turistas no Brasil, e ela tem grande responsabilidade nisso."

A nova escultura com um rosto mais fiel à beleza da atriz francesa e o famoso chapéu, que havia sido retirado por vândalos - Foto: Êxito Rio

Notícias relacionadas

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS

Compatilhe nas Redes Sociais!

comentários