Por: SCHEILA SANTIAGO

05/04/2021

16:11:26

EXPOSIÇÃO “ÁGUA VIVA”, DE ROSE AGUIAR, INICIA AS CELEBRAÇÕES DOS 20 ANOS DA USINA CULTURAL ENERGISA

EXPOSIÇÃO “ÁGUA VIVA”, DE ROSE AGUIAR, INICIA AS CELEBRAÇÕES DOS 20 ANOS DA USINA CULTURAL ENERGISA
A Usina Cultural Energisa em Nova Friburgo, cidade serrana do Estado do Rio de Janeiro, dá início às celebrações dos 20 anos do espaço com a exposição virtual “Água viva”, da artista visual Rose Aguiar. De 6 de abril a 15 de maio, não só o público que estava acostumado a frequentar o local, mas pessoas de qualquer parte do planeta poderão apreciar a série composta por 10 imagens, fotografadas em março de 2019, que partiu da observação dos reflexos gerados pela água em determinada hora do sol e dos vários formatos abstratos percebidos nesses reflexos.


Para navegar e realizar um tour virtual de 360 graus, basta acessar o link da exposição através do site www.fundacaoormeo.org.br .

Através da gestão da Fundação Ormeo J. Botelho, na pessoa de sua presidente, Mônica Botelho, esses 20 anos da Usina Cultural, que se completam no dia 9 de junho, passaram em conjunto com a comunidade artística de Nova Friburgo, de portas abertas para os talentos locais apresentarem ao público seus trabalhos.


“Um público participante, que oferece sugestões para a programação, que é eclética e atende todos os gostos. A Usina Cultural é um ‘respiro’, uma janela para o mundo e sempre ofereceu diversas linguagens artísticas como: dança, teatro, música, oficinas, debates; e eventos, sempre que a agenda esteve disponível”, comenta a coordenadora Elizabeth Maldonado, que esteve à frente do trabalho por todos esses anos.

Água viva

Pode-se dizer que  as imagens fotográficas de Rose Aguiar criam impressões pictóricas na medida em que compõem composições abstratas com enquadramentos inusitados. A artista considera a fotografia um desafio. Seu olhar percorre, busca elementos ou experiências que acontecem ao acaso.


A série “ Água Viva” composta por 10 imagens, fotografadas em março de 2019, partiu da observação dos reflexos gerados pela água em determinada hora do sol e dos vários formatos abstratos percebidos nesses reflexos. A poética dessa série está em sua simplicidade, pela deformação de imagem refletida em contextos diferentes. Seja no movimento, na apresentação e na disposição ou na diferença de tonalidade, iluminação e textura em cada ambiente fotografado. A visão da abstração se dá através desse estranhamento das imagens, tanto nas linhas projetadas quanto no contraste de claro e escuro da água.

Artista visual

Rose Aguiar curte fotografias que instiguem o espectador, um estranhamento

com seu tema atual, a água. É artista visual brasileira com graduação em Artes (Educação Artística) no Bennett e três pós-graduações (Universo, UniRio e UNB) na mesma área, e vive em Nova Friburgo/RJ.




Trabalha com desenho, xilogravura, aquarela e fotografia há mais de 40 anos, tendo realizado exposições individuais e coletivas no Brasil (Goiás, São Paulo, Porto de Galinhas, Rio de Janeiro e Nova Friburgo) e no Exterior (Nova York, Portugal, Osaka, Paris, Palermo, Milão). Participou de exposições pelo Musa (Contemporary Art) durante 4 anos em diversas cidades europeias e com a Galeria Heclectik Art. Participou de diversos congressos de Arte Educação no Brasil e no exterior, é filiada ao InSea e a Faeb.

 

Coordenou o grupo "Jovens Vivendo Arte Contemporânea"; trabalhou durante 30 anos como professora de Artes na Rede Estadual de Ensino em Nova Friburgo; foi diretora da Oficina Escola de Artes de Nova Friburgo. Teve como mestres: Ivan Serpa, Lydio Bandeira de Melo, Eduardo Sued Souza, Antônio Grosso, Chalib Jabour, entre outros. Publicou diversos textos acadêmicos e participou em catálogos de Arte no Brasil e no Exterior. Ainda teve orientação da Lia do Rio, Marcia Zoé Ramos, Marília Jaci, Ricardo Esteves e atualmente Sara Figueiredo.

 

Participou de duas residências artísticas, uma na França e outra em Lumiar, distrito de Nova Friburgo/RJ; de exposições individuais, coletivas físicas e virtuais como na Galeria Eixo e Galeria Zagut (Rio de Janeiro) e integrou o grupo “MP 2” e atualmente faz parte do “In verso I nveste na sua arte”. Importante ressaltar que tem publicado seu livro de fotografias “Água viva”, que dá nome à exposição virtual.



 

SERVIÇO

Exposição “Água viva”, de Rose Aguiar

Galeria virtual (360 graus)

6 de abril a 15 de maio

Mais informações e contato: https://www.facebook.com/usinaculturalfriburgo

Realização: Fundação Cultural Ormeo J. Botelho, Energisa e Usina Cultural Energisa Nova Friburgo/RJ


Últimos vídeos postados

GASTRONOMIA

VALE A PENA VER DE NOVO: OS SABORES DA
VALE A PENA VER DE NOVO: OS SABORES DA (...)
O empresário niteroiense Emerson Pelegrinelli, proprietário da boutique de carnes "Santa Carne" na Região Oceânica de Niterói, fala sobre cortes especiais e (...)

HISTÓRIA

NOVA FRIBURGO, A SUÍÇA BRASILEIRA?  (PARTE 4))
NOVA FRIBURGO, A SUÍÇA BRASILEIRA? (PARTE (...)
Neste último episódio da série de programas, o professor Ricardo Costa fala do Movimento operário e as greves do século XX em Nova (...)